Montessori

Montessori

Montessori

Método Montessori

A metodologia Montessoriana foi criada pela renomada pedagoga Italiana, Maria Montessori. Dentre os princípios básicos, defendidos pela educadora, estão o respeito às diferenças individuais de cada aluno e a possibilidade da criança escolher suas atividades. Dessa forma, os pequenos criam, naturalmente, uma consciência sobre si mesma e sobre sua própria educação.

O professor, tanto da Educação Infantil quanto do Ensino Fundamental, se posiciona como observador, interferindo notrabalho da criança apenas quando é solicitado ou percebe alguma dificuldade.

Outro diferencial do método é estimular o aprendizado por meio de atividades práticas. O material Montessoriano foi desenvolvido para possibilitar esse “vivenciar” do conhecimento. Ao longo do ano, o estudante participa ainda de uma série de visitas de campo e projetos pedagógicos como: “Cozinha Experimental”, “Projeto Leitura”, “Professor por um Dia”, “Manhã Esportiva” e vários outros.

Para garantir a excelência no ensino, nossos educadores encontraram a receita exata para aliar a tradição da Metodologia Montessoriana às novas tecnologias. Conectada a essa ideia, a escola investe em laboratórios de informática e ciências equipados com o que há de mais moderno no mercado.

O respeito a Deus, ao próximo e à natureza também é ensinado o tempo todo. Dentro do compromisso de ultrapassar as barreiras da teoria, a instituição possui um lindo zoológico onde os alunos têm contato com centenas de animais.

As quatro décadas de história da Escola Maria Montessori mostram que estamos no caminho certo. Acreditamos que a missão de educar vai muito além de ter alunos com boas notas. Trabalhamos incansavelmente, também, para formar cidadãos éticos, preparados para os desafios da vida e cientes do seu papel na sociedade.

Biografia Maria Montessori

Maria Montessori é, sem dúvida, a mais alta representante feminina da pedagogia moderna.

Nasceu em 31 de agosto de 1870, em Chiaravalle, Itália. Por motivos ideológicos (defensora da paz e liberdade) deixou a Itália em 1936 e estabeleceu-se na Holanda, onde faleceu em 1952, aos 81 anos.

O Método Montessoriano oportuniza ao educando a consciência de si mesmo, da sua própria vida, dos outros, do mundo e de Deus. Nele o educando é educador de si mesmo, tendo a possibilidade de escolher o seu trabalho, de se mover por conta própria, de se tornar responsável pelo seu progresso e crescimento. Pelo método, o educando caminha para a independência e liberdade, numa atitude autodirigida.

 

 

 

Projetos

 

A Escola Maria Montessori realiza uma série de projetos pedagógicos, dentro e fora das salas de aula. Entre as atividades estão oficinas de leitura, cozinha experimental, práticas esportivas e visitas de campo.

Características de uma Escola Montessoriana

[A Association Montessori Internationale (AMI) cita os seguintes elementos como essenciais a uma escola montessoriana]

  1. O ambiente é organizado e atraente.
  2. O ambiente é composto por materiais didáticos e utensílios da vida cotidiana (para fins didáticos)
  3. As classes são agrupamentos de alunos com diferentes idades.
  4. O professor atua como guia, acompanhante do processo de aprendizado e interfere só o necessário.
  5. Material multi sensorial e aprender fazendo são hábitos de aprendizagem.
  6. Cada aluno tem oportunidade de escolher o trabalho (a atividade) que mais lhe interesse.
  7. A ênfase é na aprendizagem ativa e no desenvolvimento social em lugar de memorização, regras e busca de informação para uma única pergunta específica.
  8. O aluno pode trabalhar o tempo que necessite num assunto que lhe interesse, sem que alguém ou uma campainha o interrompa.
  9. O aluno tem o direito de escolher um lugar para trabalhar em vez de um lugar fixo.
  10. A criança tem o direito de escolher se vai trabalhar só ou em grupo e com quem vai trabalhar.
  11. Os alunos são estimulados a ensinarem, colaborarem e ajudarem uns aos outros.
  12. Os alunos têm oportunidade de trabalharem com outros de diferentes idades.
  13. Os alunos demonstram respeito aos professores e ao ambiente.
  14. Todos os adultos demonstram respeito pelo aluno.
  15. A escola encoraja a autodisciplina.
  16. Aprender é o maior prêmio; não existe motivação através de prêmios e reconhecimentos exteriores. Sem exageros, usando sempre o bom-senso
  17. Os alunos tendem a ser calmos, concentrados, felizes (equilibrados). Para isso deve contribuir a postura do educador.

 

 

 

 

Pilares da Educação Montessori

Segundo proponentes desta perspectiva pedagógica, o método Montessori contaria com seis princípios responsáveis por formar a base da teoria e prática desta pedagogia. Seriam eles:

  1. Autoeducação seria a capacidade inata da criança para querer aprender. Por compreender que a criança deseja absorver e compreender a realidade que a circunda, e que por isso a criança a explora, investiga e pesquisa, o método Montessori proporcionaria um ambiente adequado e materiais interessantes para que a criança possa se desenvolver por seus próprios esforços, no seu ritmo e seguindo seus interesses.
  2. Educação Cósmica é uma maneira de organizar o conhecimento. De acordo com este princípio, o educador deve levar o conhecimento à criança de forma organizada – cosmos significa ordem, em oposição a caos -, estimulando sua imaginação e evidenciando que tudo no universo tem sua tarefa e que o ser humano deve ser consciente de seu papel na manutenção e melhora do mundo.
  3. Educação como Ciência é a maneira de compreender a criança e o fenômeno educativo de acordo com Montessori, e defendido pela ciência de hoje. Em Montessori, o professor utiliza o método científico de observações, hipóteses e teorias para entender a melhor forma de ensinar cada criança e para verificar a eficácia de seu trabalho no dia a dia.
  4. Ambiente Preparado é o local onde a criança desenvolve sua autonomia e compreende sua liberdade em escolas e lares montessorianos. O ambiente preparado é construído para a criança, atendendo às suas necessidades biológicas e psicológicas. Em ambientes preparados encontram-se mobília de tamanho adequado e materiais de desenvolvimento para a livre utilização da criança.
  5. Adulto Preparado é o nome que se dá, em Montessori, para o profissional que auxilia a criança em seu desenvolvimento completo. Esse adulto deve conhecer cientificamente as fases do desenvolvimento infantil e, por meio da observação e do domínio de ferramentas educativas de eficiência comprovada, guiar a criança em seu desabrochar, de forma que este se dê nas melhores condições possíveis.
  6. Professor acompanhador O papel do professor na escola montessoriana é de guia e acompanhador de desenvolvimento infantil e não o que impõe ou dita o que e como deve ser aprendido.
  7. Criança Equilibrada é qualquer criança em seu desenvolvimento natural. Por meio da utilização correta do ambiente e da ajuda do adulto preparado, as crianças expressam características que lhes são inatas. Entre outras, encontram-se o amor pelo silêncio, pelo trabalho e pela ordem. Todas as crianças nascem com estas características e as desenvolvem melhor entre zero e seis anos.[4]

Menu

Arquivos

Institucional